ARTIGOS
 
02/05/2016 - 16:29h
PROCEDIMENTOS DE QUARENTENA

Ao longo dos anos fui aprendendo sobre alguns dos principais problemas que acometem nossos bicudos. E como sou passarinheiro e criador, sempre tem muito bicudo novo indo e vindo...


Vamos lá...

Após descobrir da pior maneira possível o motivo de manter uma área de quarentena e gastar um pouco de dinheiro com exames, pude constatar que a maioria dos bicudos que chegavam tinham os mesmos problemas. Logo, comecei a praticar o mesmo procedimento com todos e somente após esses procedimentos, caso necessário, investir em exames e tratamentos...

COCCIDIOSE

Todo pássaro novo, ganha gaiola nova, limpa, comedouros e bebedouros limpos e inicia sua jornada no Quinto Dia com 3 dias de Baycox. Usamos o PIG DOSER. Na proporção de 0,1ml para 50ml de água. Trocando a água todo dia.

GIÁRDIA

Após tratamento para COCCIDIOSE, uns 7 dias de descanso - em quarentena. E mais 3 dias de DAU VERME, na proporção de 0,15ml para 50ml de água. Durante 3 dias.

Além disso, outros dois problemas muito comuns em bicudos vindo de fora:

CALOS

Observação e caso necessário, poleiro com cavas no meio. Uso os de Buriti por serem mais fáceis de manusear.

PIOLHOS OU ÁCAROS

Sempre que algum bicudo chega, após trocar de gaiola observamos na gaiola anterior a existência de piolhos. Tambem observamos o estado da empenação e sempre que fico em dúvida, pingo 5 gotas de ALLAX na nuca do pássaro. (aproveito e corto unhas e passar um pouco de ALLAX nas patas, o que é muito bom para remover cascas)

FUNGOS

Muitos, mas muitos bicudos mesmo, ficam carecas, mesmo sem estarem em muda. Quando vejo que há uma camada fina esbranquiçada na pele, já sei que é fungo. Pegar na mão e passar CETOCONAZOL CREME uma vez é geralmente o suficiente para resolver o problema, caso as penas não comecem a crescer, após uma semana, repetir a dose....

Enfim, após um período que pode chegar a 35 dias, os pássaros novos estão prontos para adentrar ao criatório, com segurança e saúde.

Espero ter sido útil.





< voltar

 
 
www.quintodia.com.br - 2017 - Desenvolvimento: